quinta-feira, 20 de julho de 2017

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas + Fábio Cury - 22 e 23/07/2017 - Campinas

 O fagote, instrumento de timbre grave capaz de produzir sons líricos e divertidos, que remetem às mais diversas imagens, está no centro do palco dos próximos concertos da Sinfônica de Campinas no Teatro Castro Mendes no sábado, 22, às 20h, e no domingo, às 11h. Sob a regência do maestro convidado Wagner Polistchuk, as apresentações terão o solista Fábio Cury, um dos mais respeitados fagotistas do mundo.
 No repertório, obras de Camargo Guarnieri (Abertura Concertante), Antonio Ribeiro (Concertino para fagote e orquestra de câmara), Francisco Mignone (Concertino para fagote e pequena orquestra) e Felix Mendelssohn (Sinfonia nº 3, Escocesa).


 O solista Fábio Cury atua como professor de fagote na USP e como fagotista solista da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Além disso, tem se destacado como um versátil solista e camerista, revelando facetas pouco conhecidas de seu instrumento. Foi membro fundador da Camerata Aberta, grupo totalmente dedicado ao repertório contemporâneo. Recebeu o prêmio de Melhor Álbum de Música Erudita, conferido pela APCA, em 2010, ao CD Novas e Velhas Cirandas: Música Brasileira para Fagote e Orquestra. Lançou, ainda, Mignone por Fábio Cury: 16 Valsas para Fagote Solo, pelo selo SESC, e Santoro Inédito, pelo selo Água Forte. O álbum Fábio Cury e Alessandro Santoro interpretam Bach registra sua estreia com os instrumentos históricos. Sua atividade multifacetada e a especial atenção que concede à música brasileira credenciaram-no como presença marcante em festivais de música e séries de música de câmara, como também à frente das mais prestigiosas orquestras brasileiras. Atuou como intérprete, professor e palestrante em eventos de diversos países.
 O regente convidado Wagner Polistchuk é trombonista da Sinfônica do Estado de São Paulo desde 1985. Em 1990, especializou-se na Alemanha com Branimir Slokar, tendo estudado regência com Eleazar de Carvalho, Roberto Tibiriçá e Andreas Spörri, entre outros. Foi diretor artístico da Camerata Antiqua de Curitiba e regente adjunto da Sinfônica de Santo André. Conquistou o segundo lugar no V Concurso Latino-Americano de Regência (1998), venceu o Concurso Jovens Regentes Eleazar de Carvalho (2002) e foi também um dos vencedores do Concurso Internacional de Regência Prix Credit Suiss em Grenchen, na Suíça.

Fonte: Assessoria de Imprensa.



    


Datas: 22 e 23/07/2017 (sábado e domingo)

Horários: Sábado às 20h00; Domingo às 11h00.

Endereço: Praça Corrêa de Lemos, s/nº - Vila Industrial - Campinas/SP

Programa:
  • CAMARGO GUARNIERI (1907 - 1993)
    Abertura Concertante
  • ANTONIO RIBEIRO (1971)
    Concertino para Fagote e Orquestra de Câmara
  • FRANCISCO MIGNONE (1897 - 1986)
    Concertino para Fagote e Pequena Orquestra
  • FELIX MENDELSSOHN (1809-1847)
    Sinfonia n.º 3 em Lá menor, Op. 56, “Escocesa”

Ingressos:
- Inteira: R$ 30,00 (sábado) / R$ 6,00 (domingo);

- Estudantes, aposentados e maiores de 60 anos: R$ 15,00 (sábado) / R$ 3,00 (domingo);

- Professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida: R$ 10,00 (sábado) / R$ 2,00 (domingo);

- Estudantes da rede municipal e estadual de ensino: R$ 5,00 (sábado) / R$ 1,00 (domingo).

Classificação Indicativa: 6 anos.

Mais Informações: